ANESTESIA TUMESCENTE EM UM CAPRINO PARA REALIZAÇÃO DE TRANSLOCAÇÃO LATERAL PENIANA - RELATO DE CASO

Resumo

No Brasil, cada vez mais se faz necessária a obtenção de métodos de baixo custo para a detecção de cio em fêmeas e um dos principais e tradicionais métodos é a utilização de rufiões. Um caprino macho, pesando 13kg respectivamente, foi submetidos ao preparo de rufião por técnica de desvio lateral do pênis no Hospital Veterinário doCentro Universitário das Faculdades Integradas de Ourinhos – Unifio. Foi administrada xilazina 2% (0,2mg/kg), por via intramuscular como medicação pré-anestésica (MPA) e uma solução tumescente foi usada para a anestesia local. Após 15 minutos da administração da MPA, o animal foi posicionado em decúbito lateral direito, sendo realizadas posteriormente a tricotomia e antissepsia da região a ser abordada cirurgicamente. A solução anestésica foi composta por 460mL de Ringer com lactato de sódio, 1mg (1mL) de epinefrina e 40mL de lidocaína 2% sem vasoconstritor. A solução foi administrada no tecido subcutâneo, através da técnica infiltrativa, abrangendo a área que seria incisada. Após o bloqueio anestésico ao redor do prepúcio e no local de fixação do pênis, foi realizada a incisão da pele e tecido subcutâneo. O objetivo é relatar a realização da técnica anestésica de tumescência no animal submetido á cirurgia de translocação lateral peniana.

PDF